domingo, 1 de junho de 2008

A ERA TECNOLÓGICA (se puder repasse)

Que era, era aquela onde as bicicletas reinavam e as pessoas andavam?
Que era, era aquela onde os estampidos loucos dos canos loucos se calavam?
Que era, era aquela manchada pelo sangue da inteligência queimada na fogueira?
Sabiam seus juízes que o tempo se fazia crer, e tinham seus avisos da manhã do alvorecer.
Mas hoje se perdem os dias em torno da manhã, e a madrugada toma o lugar daquela pele sã.
Se pudessem ao menos contar como são as conversas ditas intelectuais, ou os passos de nossos ancestrais,
então poderíamos saber que se tudo passa, eu também passarei. Se tudo fica, eu também ficarei, e se a era mudou, eu também mudarei.

Um comentário:

Claudio disse...

Perfeita "primeira conversa".

E com certeza ficará, belo blog, grande cabeça!